Trainee Nestle 2020

Cientistas italianos estudaram o efeito do veto ao cigarro e 28912

Cientistas italianos

estudaram o efeito do veto ao cigarro em lugares públicos calculando a

probabilidade de uma pessoa sofrer um infarto do miocárdio. De cinco

anos antes até o instante da publicação desse veto, a probabilidade de

uma pessoa sofrer o primeiro infarto do miocárdio era igual a p, em que 0

< p < 0,5. Esses cientistas acreditam que, até cinco anos após a publicação desse veto, essa probabilidade foi reduzida para 0,9p.G. Cesaroni et al. In: Effect of the italian smoking ban on population rates of acute coronary events, Circulation, American Heart Association, fev./2008 (com adaptações).A

partir do texto acima, julgue o item subseqüente, considerando que,

para avaliar a tese de que a probabilidade foi reduzida para 0,9p,

será efetuada uma nova pesquisa com 900 pessoas selecionadas

aleatoriamente entre aquelas que sofreram o primeiro infarto do

miocárdio no período de cinco anos antes até cinco anos depois da

publicação do veto.A partir dos resultados da nova pesquisa, considere a realização de um teste de hipóteses cuja hipótese nula (H0) seja pa pd, em que pa e pd são as probabilidades de uma pessoa sofrer o primeiro infarto do miocárdio, respectivamente, antes e depois da publicação do veto. Nesse caso, das 900 pessoas que compõem a amostra, se a quantidade de pessoas que sofreram o primeiro infarto do miocárdio depois da publicação do veto for igual ou superior a 451, então é correto concluir que a hipótese nula é falsa.

Questão no QuestionsOf: Cientistas italianos estudaram o efeito do veto ao cigarro e 28912

Questões similares